Seminário discutirá praticas alternativas para desenvolvimento dos povos tradicionais aproveitando o potencial de espécies oleaginosas

Seminário: “O Potencial das espécies oleaginosas nativas e suas alternativas socioeconômicas, ambientais e tecnológicas para o fortalecimento do desenvolvimento econômico dos povos tradicionais”.

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA) por meio da Assessoria e Povos Tradicionais, realiza na quinta-feira, 13, um Seminário para discutir a construção de um novo modelo socioeconômico e técnico ambiental, além de um marco legal que incentive a recuperação de áreas alteradas, base para o desmatamento zero.

O plantio consorciado com espécies oleaginosas nativas em áreas alteradas é capaz de recompor e sustentar a biodiversidade e produção de bio-óleos renováveis (fármacos, cosméticos e outras utilidades industriais).

Para Edna Marajoara, assessora de povos tradicionais da SEMA, o momento é propício a discussões sobre o assunto. “Devemos aproveitar a atual crise global para reformular nossos caminhos para centrar numa estratégia que valorize exatamente o fator mais ameaçado hoje no mundo – os Recursos Naturais”, diz Edna.

O Seminário acontecerá nos dias 13 e 14, a partir das 8 h, no auditório da Sema (Travessa Lomas Valentina Nº 2717).

Ascom/Sema – 3184-3332

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará