Diretor e Ex-Diretora do Ideflor são recebidos por deputados

Os deputados estaduais receberam a visita, nesta quarta-feira (5), no plenário da Casa, do atual Diretor do Instituto de Desenvolvimento Florestal (Ideflor), Jorge Yared, e da ex-Diretora do Instituto, Raimunda Monteiro. Os dois foram recebidos pelo presidente da Assembléia Legislariva, deputado Domingos Juvenil (PMDB) e pelo líder do governo, Airton Faleiro (PT), que organizou o encontro.

Raimunda Monteiro, que transmitiu o cargo para Jorge Yared na última segunda-feira, agradeceu aos deputados e ao presidente o empenho que tiveram para a aprovação do projeto de lei, de iniciativa do Executivo, que possibilitou a criação do Instituto.

"Quero agradecer a criação do Ideflor e dizer que estou deixando o cargo para poder assumir minhas funções de professora concursada da Universidade Federal Rural do Oeste do Pará, em Santarém. Mas quero que a gestão florestal avance cada vez mais no caminho do desenvolvimento sustentável", disse Raimunda Monteiro.

Jorge Yared, que já foi diretor-geral da Empresa Brasileira de Agropecuária- Amazônia Oriental (Embrapa), disse que "a professora Raimunda Monteiro tem o mérito de deixar o Ideflor, apesar do seu pouco tempo de criação, com uma estrutura mínima de funcionamento, inclusive com a qualificação do seu quadro funcional".

O presidente da Assembléia, Domingos Juvenil, ao avaliar a criação do Ideflor, destacou que a "gestão florestal do Pará merece um tratamento como o dispensado pelo Ideflor".

Falando em nome da liderança do governo, Airton Faleiro disse que o gesto dos deputados em receber Jorge Yared e Raimunda Monteiro era digno de agradecimentos e destacou a importância do trabalho do Ideflor para o desenvolvimento do Estado.

Histórico – O projeto de lei que criou o Ideflor foi aprovado por unanimidade pela Assembléia Legislativa no dia 20 de março de 2007. Foi a primeira vitória da governadora Ana Júlia Carepa no parlamento, relativa à reforma administrativa.

A principal função do Ideflor é coordenar a política florestal do Estado, que dispõe de 18 milhões de hectares em áreas para o reflorestamento com aproveitamento industrial. A aprovação do Ideflor possibilitou a administração do Fundo Florestal, formado por recursos, entre outros, da licitação das concessões para a exploração de florestas estaduais.

O Fundo é gerido pela Comissão Estadual de Florestas, composta por populações tradicionais, como quilombolas e índios, além do setor florestal e governo do estado.

Edir Gillet- Secom
 

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará