Governadora confirma apoio a extrativistas

Os cerca de 400 delegados dos nove Estados amazônicos reunidos em Belém no 2º Congresso das Populações Extrativistas da Amazônia escolheram a governadora Ana Júlia Carepa como mediadora para fazer chegar ao presidente Luís Inácio Lula da Silva as reivindicações da categoria. A governadora participou do terceiro dia do evento, que acontece em Belém até esta quinta-feira (9), no Parque dos Igarapés, e reforçou seu apoio aos extrativistas como peças-chave para o desenvolvimento sustentável do Pará e da Amazônia.

"Vamos tirar do encontro uma resolução que queremos enviar ao presidente, por intermédio da governadora. Tudo o que queremos é ajuda para cuidar bem da Amazônia", disse Manuel Cunha, presidente do Conselho Nacional de Seringueiros, a entidade responsável pelo evento. Cunha elogiou o programa Extrativismo Vivo, realizado pelo Governo do Pará, por meio do Instituto de Desenvolvimento Florestal do Pará (Ideflor), para fortalecer as populações extrativistas e atuar na agregação de valor aos seus produtos. "Achamos que o Pará pode sair na frente e dar lição para os outros Estados da Amazônia com esse programa", completou.

A governadora Ana Júlia Carepa falou do esforço que o Governo do Estado vem fazendo para promover a regularização fundiária, um dos temas centrais do congresso, inclusive com a criação de projetos de assentamento extrativistas. "Nosso governo é parceiro e entende a importância da produção dos extrativistas, que demonstram que é possível ter desenvolvimento com respeito ao meio ambiente. Precisamos mostrar que a floresta em pé vale muito mais".

Aline Monteiro – Secom
 

 

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará