Projeto de revitalização do rio Peixe Boi

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) apresentou, no dia (15) de maio, por meio de sua Diretoria de Recursos Hídricos (Direh), no auditório da Secretaria, o Projeto de Revitalização da Microbacia de Peixe Boi. 

À frente do evento, o diretor de Recursos Hídricos (Direh), Manoel Imbiriba Jr e  representantes do Instituto de Terras do Pará (Iterpa), Robson Carrera; da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Ricardo Figueiredo; da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater), José Martins; a prefeita do município de Peixe Boi, Élia Jesus Rodrigues e a secretária municipal de Meio Ambiente de Peixe Boi, Eliene Rodrigues.

A gerente de Monitoramento, Enquadramento e Fiscalização (Gemef), da Sema,  Engenheira Ambiental, Luciana Cavalcante, explicou a importância e necessidade do projeto. “O projeto tem várias metas, uma delas, a recomposição florística da bacia é uma ação prioritária”, explicou.

Na pauta do encontro, a discussão, aprovação das ações propostas, a definição das instituições parceiras; as contribuições destinadas a cada instituição e o prazo para o envio das contribuições.

O rio se estende, além do município de Peixe Boi, na microrregião bragantina, a 151 km de Belém, para as cidades de Bonito, Santarém Novo, Nova Timboteua e Primavera.

De águas escuras, atrai turistas da região e Brasil, que vêm apreciar as belezas naturais do local. Atualmente, o rio apresenta assoreamento, erosão, redução do volume de água. Em parte em conseqüência do pescado, mas também devido ao desmatamento de suas margens. A revitalização da microbacia de Peixe Boi é uma antiga reivindicação dos moradores daquele município.

Ascom/Sema

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará