Secretário recebe novos servidores da Sema

O secretário de Meio Ambiente do Estado do Pará, Valmir Gabriel Ortega, recepcionou na manhã desta terça-feira (12) os 161 concursados, aprovados no último concurso do órgão ambiental. O encontro aconteceu durante a solenidade de apresentação, feita no auditório da Sema.

Além dos novos colaboradores, acompanharam a solenidade a diretora de Gestão Administrativa Financeira, Leila Elias; o diretor de Recursos Hídricos, Manoel Imbiriba Jr; a Chefe de Gabinete, Érica Lins; a Coordenadora de Gestão de Pessoas, Rosilene Reis e a Gerente de Treinamento e Desenvolvimento, Regina Magno.

A recepção dos servidores teve início com as palavras da diretora Leila Elias, que parabenizou os aprovados, além de lembrá-los das dificuldades de realização do concurso e na provável realização de outro. “Era urgente a necessidade de preencher o quadro técnico dessa secretaria. Agradeço a todos vocês por assumirem novos desafios com a Sema”, incentivou.

Em seguida, as palavras do Secretário Ortega, que agradeceu a presença de todos e explicou, detalhadamente, a nova estrutura, o funcionamento, as mudanças ocorridas com o atual governo e a função de cada diretoria.

“A antiga Sectam, que deu origem à atual Sema, tinha apenas duas diretorias. Conseguimos aumentar a estrutura para cinco, até em função das novas demandas da Sema. Construímos procedimentos, fluxos, capacidades e alteramos a cultura de alguns servidores que desconheciam o funcionamento de uma gestão pública”, enfatizou Ortega.

Política ambiental – O secretário elogiou a política ambiental do estado para os novos servidores. “Passamos as últimas décadas em um grande esforço para elaborar uma legislação ambiental sofisticada no Brasil”, revelou.

Explicou, ainda, que a política ambiental do estado do Pará, por meio da Sema, cumpre prazos e ritos para dar a garantia de que o dinheiro público é empregado de forma transparente e responsável. “A Sema segue, rigorosamente, os ritos e a observância da lei. Não há, nesta secretaria, um só contrato irregular”, lembrou o titular da Sema.

Acrescentou que a responsabilidade da política ambiental deve ser compartilhada entre União, Estado e Município. “A política ambiental é, por natureza, transversal. Não pode ficar circunscrita apenas aos domínios do estado”, destacou Valmir.

Os problemas atualmente enfrentados e as críticas também mereceram comentários do titular da Sema. “A Sema é um órgão normatizador, fiscalizador e que realiza o controle e a qualidade ambiental. É normal que sejamos cobrados por todas as esferas da sociedade, pois quanto maior a responsabilidade, maior a cobrança. No entanto, vejo algo de muito positivo nisso: só é pressionado quem cumpre uma função muito importante, como é o caso do papel da Sema no estado”, ressaltou.

No final, uma mensagem de otimismo aos novos técnicos: “Sejam muito bem-vindos à Sema. Venham com a esperança de que podemos construir um órgão ambiental forte e eficiente”.

Ascom/Sema

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará