Instrução Normativa No: 23 (Alterada pela Instrução Normativa nº 27/2009, com modificações pela Instrução Normativa nº 24/2009, Acrescido o índice de conversão à tabela de índices de conversão do anexo I pela Instrução Normativa nº 34/2009).

Data: 31 de março de 2009

Altera os índices de conversão de madeira junto ao CEPROF/SISFLORA

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 27/2009

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº24/2009

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 34/2009

O SECRETÁRIO DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE, no uso das atribuições que lhes conferem o Art. 138, inciso II, da Constituição Estadual e a Lei n°. 5.457, de 11 de Maio de 1988, que cria a Secretaria de Estado de Meio Ambiente – SEMA, e
Considerando a necessidade de regulamentar a utilização dos Créditos de Produtos de Origem Florestal no Estado do Pará;
Considerando a necessidade de alteração dos índices de conversão de madeira;

RESOLVE:

Art. 1º A extração, coleta, beneficiamento, transformação, industrialização, comércio, transporte e armazenagem de produtos florestais, serão registrados e controlados no Sistema de Comercialização e Transporte de Produtos Florestais (SISFLORA) como créditos de produtos, utilizando as seguintes unidades de medidas padrão:

I – m³ (metro cúbico) – toras, madeira serrada, beneficiada, laminada, industrializada e resíduos de madeira;
II – st (metro estéreo) – lenha, toretes, escoramentos, postes, palanques roliços, mourões ou moirões, lascas e resíduos florestais;
III – mdc (metro de carvão) – carvão;
IV – Kg (quilograma) – palmito industrializado, frutos, sementes, cipós, casca, raízes e folhas;
V – Unid. (unidade) – palmito in natura, mudas e gemas.

Art. 2º Os créditos de produtos e subprodutos florestais registrados no Sistema SISFLORA devem corresponder exatamente à volumetria e às espécies, conforme nome popular e científico de produtos florestais existentes no estoque do empreendimento.

§ 1º. As nomenclaturas de produtos e subprodutos florestais utilizadas pelo Sistema SISFLORA deverão obedecer esta Instrução.

§ 2º. Quando houver divergência entre o estoque real e o saldo do empreendimento no Sistema SISFLORA, por motivos que não configurem fraude, o responsável pelo empreendimento deverá requerer o ajuste de estoque à Gerência de Sistema de Comercialização de Produtos Florestais (GESFLORA) para regularização do saldo;

§ 3º. Quando houver divergência entre o estoque real e o saldo do empreendimento no Sistema SISFLORA por motivo de incompatibilidade dos índices de conversão de madeira utilizados pelo Sistema, o responsável pelo empreendimento deverá requerer o ajuste dos índices de conversão, conforme estabelece o Art.3º, e posteriormente requerer o ajuste de estoque de acordo com os novos índices aprovados;

§ 4º. A divergência entre a volumetria e as espécies, conforme nome popular e científico, de madeira em depósito ou em transformação do saldo constantes no sistema SISFLORA, constitui infração ambiental, ficando sujeito à aplicação das penalidades cabíveis;

§ 5º. A divergência entre a volumetria e as espécies, conforme nome popular e científico, de madeira em transporte constantes na Guia Florestal (GF) que acompanha a carga constitui infração ambiental, ficando sujeita à aplicação das penalidades cabíveis;

§ 6º. Não serão ajustados os estoques excedentes provenientes de aquisição de produtos sem origem comprovada, ou qualquer outro motivo que descumpra as normas vigentes;

§ 7º. Qualquer inserção de créditos de produtos florestais realizadas no Sistema SISFLORA sem a devida comprovação da origem legal do produto constitui infração ambiental, ficando sujeita à aplicação das penalidades cabíveis.
Art. 3º A aquisição de produtos florestais de outros Estados e de outros Países que forem considerados regulares pela GESFLORA, serão registrados no Sistema SISFLORA, desde que atendidos os seguintes requisitos:

I – para requerer o registro dos créditos de produtos florestais oriundos de outros Estados comprovados pelo Documento de Origem Florestal (D.O.F.) e pela Guia Florestal (GF), o responsável pelo empreendimento deverá protocolar junto à SEMA requerimento devidamente assinado, pelo empreendedor ou por seu representante legal, solicitando o lançamento dos Créditos, informando o número dos D.O.F.s ou das GFs, das Notas Fiscais e as volumetrias em M³ das espécies, com seus respectivos nomes populares e científicos, anexando cópia autenticada do D.O.F. ou a quarta via original (fisco ambiental destino) da GF3, cópias autenticadas das Notas Fiscais e cópia dos documentos que comprovem sua origem (AUTEF, AUTEX, Autorização de Desmatamento com suas respectivas Ofertas ou DVPF’S, quando for o caso) .
III – para requerer o registro dos créditos, oriundos de outros Estados, de produtos florestais não controlados pelo IBAMA de acordo com o Art. 9º da Instrução Normativa nº 112/IBAMA, de 21 de Agosto de 2006, o responsável pelo empreendimento deverá protocolar junto à SEMA requerimento solicitando o lançamento dos créditos, informando o número das Notas Fiscais e as volumetrias em M³ das espécies com seus respectivos nomes populares e científicos, anexando
cópia autenticada das Notas Fiscais de entrada, devidamente carimbadas e assinadas pelos postos fiscais da Secretaria de Estado de Fazenda do Pará (Sefa) nas fronteiras do Estado.

Art. 4º A industrialização e transformação de produtos ou subprodutos florestais por meio do processamento industrial devem ser informadas no Sistema Sisflora, de acordo com os índices de conversão padrão utilizados pelo Sistema.

§ 1º A conversão deverá indicar a transformação para o produto principal, bem como os demais aproveitamentos e resíduos, quando existirem.
§ 2º Os produtos e subprodutos florestais gerados através da extração, coleta e do processo industrial de transformação, passam a ser classificados de acordo com o anexo III desta Portaria.
§ 3º Os índices de conversão padrão utilizados pelo Sistema Sisflora, obedecem a tabela de índices constante do Anexo I desta Instrução Normativa.
§ 4º Para índices de conversão diferentes, o responsável pelo empreendimento deverá apresentar estudos técnicos conforme Termo de Referência constante do Anexo II, ficando sua aprovação condicionada a analise da Câmara Técnica Florestal, que poderá solicitar vistoria técnica para a confirmação dos dados.

Art. 5º A SEMA terá um prazo de 3 dias, contados a partir da data da
publicação desta Instrução Normativa, para efetivar as mudanças necessárias no Sistema SISFLORA, e ajustar os saldos de créditos de madeira para as novas classificações dos produtos.

Art. 6º Esta Instrução Normativa entra em vigor na data de sua publicação, revogando-se as disposições em contrário.

VALMIR GABRIEL ORTEGA
Secretário de Estado do Meio Ambiente

 

ANEXO I – TABELA DE ÍNDICES DE CONVERSÃO

Produto origem: Toras de Madeira Nativa (Código – 10) (unid. m3)
Produto destino: Madeira Serrada
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
20 Madeira Serrada m3 45 1 Principal
5 Resíduos de Madeira m3 55 1.33 Resto
(Fonte: 10ª Câmara Técnica de Floresta e Atividades Agrossilvipastoris- CONAMA, de 18 de Novembro de 2008)

Produto origem: Toras de Madeira Produzida (Código – 15) (unid. m3)
Produto destino: Madeira Produzida Serrada
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
19 Madeira Produzida Serrada m3 45 1 Principal
5 Resíduos de Madeira m3 55 1.33 Resto
(Fonte: 10ª Câmara Técnica de Floresta e Atividades Agrossilvipastoris- CONAMA, de 18 de Novembro de 2008)

Produto origem: Madeira Serrada (Código – 20) (unid. m3)
Produto destino: Madeira Beneficiada
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
50 Madeira Beneficiada m3 74 1 Principal
4 Resíduos de Fonte de Energia m3 26 1.33 Resto
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Madeira Produzida Serrada (Código – 19) (unid. m3)
Produto destino: Madeira Beneficiada
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
50 Madeira Beneficiada m3 74 1 Principal
5 Resíduos de Madeira m3 26 1.33 Resto
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008, SEMA/MT)

Produto origem: Toras de madeira nativa (Código – 10) (unid. m3)
Produto destino: Bloco/Quadrado
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
35 Bloco/Quadrado m3 60 1 Principal
5 Resíduos de Madeira m3 40 1.33 Resto
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Bloco Quadrado (Código – 35) (unid. m3)
Produto destino: Madeira Laminada Faqueada
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
40 Madeira Laminada Faqueada m3 90 1 Principal
41 Aproveitamento de Lamina Faqueada m3 4 1 Resto
5 Resíduos de Madeira m3 6 1.33 Resto
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Bloco Quadrado (Código – 35) (unid. m3)
Produto destino: Madeira Serrada (Pranchão Desdobrado)
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
25 Madeira serrada (pranchão desdobrado) m3 50 1 Principal
5 Resíduos de Madeira m3 50 1.33 Resto
(Fonte: Instrução Normativa 112, de 21 de Agosto de 2006, IBAMA)

Produto origem: Toras de Madeira Nativa (Código – 10) (unid. m3)
Produto destino: Lascas e Achas
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
210 Lascas e Achas st 70 1 Principal
5 Resíduos de Madeira m3 30 1.33 Resto
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Toras de Madeira nativa (Código – 10) (unid. m3)
Produto destino: Mourões ou Moirões
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
200 Mourões ou Moirões st 85 1 Principal
5 Resíduos de Madeira m3 15 1.33 Resto
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Toras de Madeira Produzida (Código – 15) (unid. m3)
Produto destino: Mourões ou Moirões
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
200 Mourões ou Moirões st 85 1 Principal
5 Resíduos de Madeira m3 15 1.33 Resto
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Toras de Madeira Nativa (Código – 10) (unid. m3)
Produto destino: Madeira Laminada Torneada
Código Produtos Gerados Unid. Índice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
30 Madeira Laminada Torneada m3 55 1 Principal
31 Aproveitamento de Lâmina Torneada m3 35 1 Resto
5 Resíduo de Madeira m3 15 1.33 Resto
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Toras de Madeira Produzida (Código – 15) (unid. m3)
Produto destino: Madeira Laminada Torneada
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
30 Madeira Laminada Torneada m3 55 1 Principal
31 Aproveitamento de Lâmina Torneada m3 15 1 Resto
5 Resíduo de Madeira m3 35 1,33 Resto
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Toras de Madeira Nativa (Código – 10) (unid. m3)
Produto destino: Madeira Laminada Faqueada
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
40 Madeira Laminada Faqueada m3 40 1 Principal
41 Aproveitamento de Lâmina Faqueada m3 45 1 Resto
5 Residuo de Madeira m3 15 1.33 Resto
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Toras de Madeira Produzida (Código – 15) (unid. m3)
Produto destino: Madeira Laminada Faqueada
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
40 Madeira Laminada Faqueada m3 40 1 Principal
41 Aproveitamento de Lâmina Faqueada m3 45 1 Resto
5 Residuo de Madeira m3 15 1.33 Resto
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Toras de Madeira Nativa (Código – 10) (unid. m3)
Produto destino: Dormente Serrada
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
2878 Dormente Serrada m3 66,66 1 Principal
5 Resíduos de Madeira m3 33,34 1.33 Resto
(Fonte: Instrução Normativa 112, de 21 de Agosto de 2006, IBAMA)

Produto origem: Dormente Serrada (Código – 2878) (unid. m3)
Produto destino: Madeira Serrada
Código Produtos Gerados Unid. Índice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
20 Madeira Serrada m3 50 1 Principal
5 Resíduos de Madeira m3 50 1.33 Resto
(Fonte: Instrução Normativa 112, de 21 de Agosto de 2006, IBAMA)

Produto origem: Madeira Serrada (Código – 20) (unid. m3)
Produto destino: Madeira Serrada Aplainada 2 Faces
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
21 Madeira Serrada Aplainada 2 Faces m3 92 1 Principal
4 Resíduo Fonte de Energia m3 8 1.33 Resto
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Madeira Serrada (Código – 20) (unid. m3)
Produto destino: Madeira Serrada Aplainada 4 Faces
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
21 Madeira Serrada Aplainada 4 Faces m3 85 1 Principal
4 Resíduo Fonte de Energia m3 15 1.33 Resto
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Madeira Serrada Aplainada 2 Faces(Código – 21)(unid. m3)
Produto destino: Madeira Beneficiada
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
50 Madeira Beneficiada m3 78 1 Principal
4 Resíduo Fonte de Energia m3 22 1.33 Resto
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Madeira Serrada Aplainada 4 Faces (Código – 22) (unid. m3)
Produto destino: Madeira Beneficiada
Código Produtos Gerados Unid. Índice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
50 Madeira Beneficiada m3 78 1 Principal
4 Resíduo Fonte de Energia m3 22 1.33 Resto
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Madeira Serrada (Código – 20) (unid. m3)
Produto destino: Decking
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
23 Decking m3 78 1 Principal
4 Resíduo Fonte de Energia m3 22 1.33 Resto
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Madeira Serrada (Código – 20) (unid. m3)
Produto destino: Sarrafos e Shorts
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
64 Sarrafos e shorts m3 80 1 Principal
4 Resíduo Fonte de Energia m3 20 1.33 Resto
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Madeira Serrada (Código – 20) (unid. m3)
Produto destino: Pisos e Assoalhos
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
54 Pisos e Assoalhos m3 78 0.96 Principal
4 Resíduo Fonte de Energia m3 22 1.33 Resto
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Madeira Serrada (Código – 20) (unid. m3)
Produto destino: Madeira Serrada (Prancha)
Código Produtos Gerados Unid. Índice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
24 Madeira serrada (prancha) m3 100 1 Principal
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Madeira Serrada (Código – 20) (unid. m3)
Produto destino: Madeira Serrada (Pranchão desdobrado)
Código Produtos Gerados Unid. Índice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
25 Madeira serrada (pranchão desdobrado) m3 100 1 Principal
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Madeira Serrada (Código – 20) (unid. m3)
Produto destino: Madeira Serrada (Caibro)
Código Produtos Gerados Unid. Índice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
26 Madeira serrada (caibro) m3 100 1 Principal
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Madeira Serrada (Código – 20) (unid. m3)
Produto destino: Madeira Serrada (Tábua)
Código Produtos Gerados Unid. Índice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
27 Madeira serrada (tábua) m3 100 1 Principal
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Madeira Serrada (Código – 20) (unid. m3)
Produto destino: Madeira Serrada (Viga)
Código Produtos Gerados Unid. Índice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
28 Madeira serrada (viga) m3 100 1 Principal
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Madeira Serrada (Código – 20) (unid. m3)
Produto destino: Madeira Serrada (Vigota)
Código Produtos Gerados Unid. Índice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
29 Madeira serrada (vigota) m3 100 1 Principal
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Madeira Serrada (Código – 20) (unid. m3)
Produto destino: Madeira Serrada (Ripa)
Código Produtos Gerados Unid. Índice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
2877 Madeira serrada (ripa) m3 100 1 Principal
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Madeira Serrada (Prancha)(código – 24)(unid. m3)
Produto destino: Madeira Serrada
Código Produtos Gerados Unid. Índice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
20 Madeira serrada m3 100 1 Principal
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Madeira Serrada (Pranchão desdobrado)(cód – 25)(unid. m3)
Produto destino: Madeira Serrada
Código Produtos Gerados Unid. Índice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
20 Madeira serrada m3 100 1 Principal
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Madeira Serrada (tábua)(código – 27) (unid. m3)
Produto destino: Madeira Serrada
Código Produtos Gerados Unid. Índice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
20 Madeira serrada m3 100 1 Principal
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Madeira Serrada (viga)(código – 28) (unid. m3)
Produto destino: Madeira Serrada
Código Produtos Gerados Unid. Índice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
20 Madeira serrada m3 100 1 Principal
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Madeira Serrada (vigota) (código – 29) (unid. m3)
Produto destino: Madeira Serrada
Código Produtos Gerados Unid. Índice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
20 Madeira serrada m3 100 1 Principal
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Resíduos de Madeira (Código – 5) (unid. m3)
Produto destino: Madeira Beneficiada de Resíduo
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
63 Madeira Beneficiada de Residuo m3 15 1 Principal
4 Resíduo de Fonte de Energia m3 85 1.33 Resto
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Resíduos de Madeira (Código – 5) (unid. m3)
Produto destino: Cavaco
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
75 Cavaco m3 100 1 Principal
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Resíduos de Madeira (Código – 5) (unid. m3)
Produto destino: Carvão
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
1 Lixo m3 50 1 Resto
130 Carvão mdc 50 1 Principal
(Fonte: 10ª Câmara Técnica de Floresta e Atividades Agrossilvipastoris- CONAMA, de 18 de Novembro de 2008)

Produto origem: Resíduos Fonte de Energia (Código – 4) (unid. m3)
Produto destino: Cavaco
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
75 Cavaco m3 100 1 Principal
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Resíduos Fonte de Energia (Código – 4) (unid. m3)
Produto destino: Carvão
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
1 Lixo m3 50 1 Resto
130 Carvão mdc 50 1 Principal
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Resíduos Fonte de Energia (Código – 4) (unid. m3)
Produto destino: Bricket
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
1 Lixo m3 95 1 Resto
85 Briquete m3 5 1 Principal
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Lenha (Código – 140) (unid. st)
Produto destino: Carvão
Código Produtos Gerados Unid. Índice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
130 Carvão mdc 33,33 1 Principal
1 Lixo m3 66,67 1 Resto
(Fonte: 10ª Câmara Técnica de Floresta e Atividades Agrossilvipastoris- CONAMA, de 18 de Novembro de 2008)

Produto origem: Lenha (Código – 140) (unid. st)
Produto destino: Cavaco
Código Produtos Gerados Unid. Índice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
75 Cavaco m3 100 1 Principal
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Cavaco (Código – 75) (unid. m3)
Produto destino: Carvão
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
1 Lixo m3 60 1 Resto
130 Carvão mdc 40 1 Principal
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Toretes (Código – 150) (unid. m3)
Produto destino: Madeira Serrada
Código Produtos Gerados Unid. Índice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
20 Madeira Serrada m3 45 1 Principal
5 Resíduo de Madeira m3 55 1.33 Resto
(Fonte: 10ª Câmara Técnica de Floresta e Atividades Agrossilvipastoris- CONAMA, de 18 de Novembro de 2008)

Produto origem: Palmito In Natura (Código – 220) (unid. unidade)
Produto destino: Palmito Industrializado
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
225 Palmito Industrializado kg 25 1 Principal
1 Lixo m3 75 1 Resto
(Fonte: Portaria nº 002, de 09 de Janeiro de 1992, IBAMA)

Produto origem: Palmito In Natura (Attalea speciosa Mart. Ex. Spreng – Babaçu) (Código – 220) (unid. unidade)
Produto destino: Palmito Industrializado
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
225 Palmito Industrializado kg 25 1 Principal
(Fonte: Instrução Normativa n° 10, de 16/05/2008, SEMA/PA)

Produto origem: Palmito In Natura (Bactris gasipaes – Pupunha) (Código – 220) (unid. unidade)
Produto destino: Palmito Industrializado
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
225 Palmito Industrializado kg 30 1 Principal
(Fonte: Instrução Normativa n° 10, de 16/05/2008, SEMA/PA)

Produto origem: Palmito In Natura (Euterpe oleraceae Mart. – Açaí) (Código – 220) (unid. unidade)
Produto destino: Palmito Industrializado
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
225 Palmito Industrializado kg 70 1 Principal
(Fonte: Instrução Normativa n° 10, de 16/05/2008, SEMA/PA)

Produto origem: Palmito In Natura (Euterpe precatoria Mart. – Açaí-Inaja) (Código – 220) (unid. unidade)
Produto destino: Palmito Industrializado
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
225 Palmito Industrializado kg 50 1 Principal
(Fonte: Instrução Normativa n° 10, de 16/05/2008, SEMA/PA)

Produto origem: Palmito In Natura (Maximiliana maripa (Aubl.) – Inajá) (Código – 220) (unid. unidade)
Produto destino: Palmito Industrializado
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
225 Palmito Industrializado kg 60 1 Principal
(Fonte: Instrução Normativa n° 10, de 16/05/2008, SEMA/PA)

Produto origem: Palmito In Natura (Euterpe edulis Mart. – Juçara) (Código – 220) (unid. unidade)
Produto destino: Palmito Industrializado
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
225 Palmito Industrializado kg 40 1 Principal
(Fonte: Instrução Normativa n° 10, de 16/05/2008, SEMA/PA)

Produto origem: Resíduos de Madeira (Código – 5) (unid. m3)
Produto destino: Resíduos – Miolo de Compensado
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
65 Resíduos – Miolo de Compensado m3 100 1 Principal
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Frutos (Babaçu) (Código – 360) (unid. Kg)
Produto destino: Carvão
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
1 Lixo m3 99,60 1 Resto
130 Carvão mdc 0,4 1 Principal
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Resíduos Florestais (Código – 6) (unid. st)
Produto destino: Carvão
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
1 Lixo m3 60 1 Resto
75 Carvão mdc 40 1 Principal
(Fonte: Portaria n° 057, alterada pela portaria n° 097, de 29 de Fevereiro de 2008,SEMA/MT)

Produto origem: Carvão (Código – 130) (unid. mdc)
Produto destino: Ferro Gusa
Código Produtos Gerados Unid. Indice (%) Fator de expansão Tipo do Produto
400 Ferro Gusa Kg 45,45 1 Principal
(Fonte: Instrução Normativa 08/2007, de 07 de Dezembro de 2008,SEMA/PA)

ANEXO II – TERMO DE REFERÊNCIA
ESTUDOS PARA DETERMINAÇÃO DO COEFICIENTE DE CONVERSÃO
VOLUMÉTRICA DE TORA COMERCIAL EM MADEIRAS SERRADAS, MADEIRAS
BENEFICIADAS, MADEIRAS COMPENSADAS E MADEIRAS LAMINADAS.

1. OBJETIVO
Apresentar roteiro para a realização de estudos técnico-científicos com vistas à alteração do coeficiente de conversão volumétrica determinado pela presente Portaria, para a transformação de tora comercial em madeira serrada, madeira compensada e madeira laminada (torneada e faqueada).

2. JUSTIFICATIVA
O coeficiente de conversão volumétrica (CCV) determinado pela presente Portaria, que será adotado pela SEMA para a conversão de toras de madeiras de espécies de folhosas tropicais em madeira serrada, está descrito no Anexo I . O CCV varia de acordo com a espécie florestal, a qualidade da matéria-prima, o tipo de processo industrial, o nível de tecnologia da indústria, o tipo e a qualidade doproduto final, a realização de aproveitamento comercial.
Devido à singularidade na determinação de um CCV que atenda especificamente a todas as indústrias, a presente Portaria prevê que a SEMA poderá acatar, mediante análise técnica, CCVs específicos, desde que as empresas requerentes apresentem estudos técnico-científicos satisfatórios.

3. METODOLOGIA DO ESTUDO
3.1 – Caracterizações da empresa
3.1.1 – Informações gerais
3.1.1.1 – Nome da indústria
3.1.1.2 – Coordenadas geográficas
3.1.1.3 – Endereço postal, telefone, fax e correio eletrônico
3.1.1.4 – Nome e função de pessoa para contato
3.1.1.5 – Cadastro no CEPROF – PA
3.1.2 – Equipamentos
3.1.3 – N° de Funcionários Registrados
Relacionar os equipamentos (plataforma de toras, carro porta-tora, serra-de-fita, serra circular múltipla, serra circular, destopadeira, secador de lâminas, torno laminador, faqueadeira, guilhotina, prensa, estufa, plaina e outros), e as respectivas quantidades, ano de fabricação, potência e outras especificações técnicas do fabricante.
3.1.3 – Produtos gerados
3.1.3.1 – Relacionar os principais produtos finais produzidos nos últimos 12 meses.
3.1.3.2 – Relacionar os produtos de aproveitamento produzidos e comercializados pela empresa (pré-cortados, curtos, sarrafeados, embalagens e outros) nos últimos 12 meses.
3.1.3.3 – Relacionar os produtos de aproveitamento produzidos e consumidos pela empresa nos últimos 12 meses.
3.1.3.4 – Relacionar os tipos de resíduos gerados e não-utilizados pela empresa.
3.2 – Seleções de espécies e toras para o estudo. Justificar a seleção das espécies incluídas no estudo. A seleção das toras para o estudo deve ser feita por espécie, de acordo com o método de amostragem aleatória simples.
3.3 – Cubagens de toras processadas – As informações sobre as toras processadas deverão ser agrupadas em planilhas para cada uma das espécies estudadas. As planilhas referentes a cada espécie deverão constar do anexo do relatório técnicocientífico apresentado.
3.3.1 – Espécie de madeira – Identificar as espécies estudadas pelo nome comum e científico.
3.3.2 – Dimensões das toras
3.3.2.1 – Diâmetro: a medida de diâmetro deve ser tomada no topo da tora, observando-se, sempre que necessário, a média entre a maior e a menor medida de seu diâmetro. As planilhas de cubagem de toras deverão apresentar os valores de diâmetros determinados para cada tora, utilizando-se o metro(m) como unidade de medida.
3.3.2.1.1 – A parte oca e a casca da tora devem ser descontadas no momento da medição de seu diâmetro.
3.3.2.1.2 – Será atribuído um desconto de 3% (três) na medida do comprimento da tora, em decorrência de problemas gerados por rachaduras, ataques de fungos, cortes disformes e/ou outro elemento que venha contribuir para sua deterioração
3.3.2.2 – Comprimento: determinar o comprimento da tora. Esses valores deverão constar das planilhas de cubagem apresentadas, utilizando-se o metro(m) como unidade de medida.
3.3.3 – Determinação do volume da tora: O volume das toras deve ser determinado pelo método geométrico, ou seja, utilizando a equação de Smalian. Deverá ser utilizadas para o cálculo a média dos diâmetros cruzados e a média dos comprimentos. Utilizar o metro cúbico (m³) como unidade de medida.
3.4. -Determinação do volume de madeira serrada: As informações sobre o volume de madeira serrada, obtidas a partir das toras processadas, deverão ser agrupadas em planilhas para cada uma das espécies estudadas. Essas planilhas deverão constar do anexo do relatório técnico-científico apresentado.
3.4.1 – Dimensões das peças produzidas: Para cada tora amostrada, informar as dimensões (comprimento, largura e espessura) das peças produzidas e as respectivas quantidades.
3.4.2 – Volume de madeira serrada: Para cada tora amostrada, determinar o volume de madeira serrada obtido a partir da quantidade de peças.
3.5. – Determinação do volume de produtos secundários ou de aproveitamento: Serão considerados produtos de aproveitamento aqueles resultantes do processamento das toras cujas dimensões e qualidade não atendam às requeridas para o produto principal, mas que sejam comercializados pela empresa.
3.5.1 – Dimensões e volume de produtos secundários ou de aproveitamento: Para cada tora amostrada, relacionar as dimensões (comprimento, largura e espessura), volume e respectivas quantidades dos produtos de aproveitamento resultantes do processamento primário que não atendam às exigências do produto principal e cuja comercialização seja passível de comprovação.
3.6. – Determinação do volume de madeira laminada em torno: As informações sobre o volume de madeira laminada, obtidas a partir das toras processadas, deverão ser agrupadas em planilhas para cada uma das espécies estudadas. Essas planilhas deverão constar do anexo do relatório técnico-científico apresentado.
3.6.1 – Quantidade de toretes de laminação: Informar o número de toretes de laminação obtidos para cada tora amostrada.
3.6.2 – Dimensões e volume dos toretes de laminação: Determinar o diâmetro em uma das extremidades, o comprimento e o volume de cada um dos toretes obtidos da tora amostrada.
3.6.3 – Dimensões das lâminas produzidas: Para cada torete obtido de cada uma das toras amostradas, informar as dimensões (comprimento, largura e espessura) das lâminas produzidas e as respectivas quantidades.
3.6.4 – Volume de madeira laminada em torno: Para cada tora amostrada, determinar o volume de madeira laminada obtida a partir do processamento dos respectivos toretes.
3.6.5 – Volume do rolo-resto: Informar o diâmetro final e o volume do rolo-resto resultante de cada um dos toretes obtidos da tora amostrada.
3.7 -Determinação do volume de madeira laminada em faqueadeira: As informações sobre volume de madeira laminada, obtido a partir das toras processadas, deverão ser agrupadas em planilhas para cada uma das espécies estudadas. Essas planilhas deverão constar do anexo do relatório técnico-científico apresentado.
3.7.1 – Quantidade de blocos quadrados ou filé gerados após a laminação: Informar o número de blocos quadrados ou filé obtidos para cada tora amostrada.
3.7.2 – Dimensões e volume dos blocos quadrados ou filé gerados após a laminação: Determinar o diâmetro, o comprimento e o volume de cada um dos blocos quadrados ou filé obtidos da tora amostrada.
3.7.3 – Dimensões e volume dos blocos de laminação: Determinar a seção transversal em uma das extremidades, o comprimento e o volume de cada um dos blocos de laminação obtidos da tora amostrada.
3.7.4 – Dimensões das lâminas produzidas: Para cada bloco obtido de cada uma das toras amostradas, informarem as dimensões (comprimento, largura e espessura) das lâminas produzidas e as respectivas quantidades.
3.7.5 – Volume de madeira laminada em faqueadeira: Para cada tora amostrada, determinar o volume de madeira laminada obtida a partir do processamento dos respectivos Blocos.
3.8. -Determinação do volume de madeira laminada: As informações sobre o volume de madeira laminada, obtidas a partir das toras processadas, deverão ser agrupadas em planilhas para cada uma das espécies estudadas. Essas planilhas deverão constar do anexo do relatório técnico-científico apresentado.
3.8.1 – Volume de madeira laminada compensada: Para cada tora amostrada, determinar o volume de madeira laminada obtida a partir do processamento das respectivas toras.
3.9. -Determinação do volume de madeira compensada: As informações sobre volume de madeira compensada, obtidas a partir das toras processadas, deverão ser agrupadas em planilhas para cada uma das espécies estudadas. Essas planilhas deverão constar do anexo do relatório técnico-científico apresentado.
3.9.1 – Volume de madeira compensada: Para cada espécie amostrada, determinar o volume de madeira compensada obtido a partir do volume total de toras processadas.
3.10. -Determinação do coeficiente de conversão volumétrica (CCV): O CCV é determinado pela relação entre o volume da tora processada e o volume obtido de madeira serrada, madeira laminada (torneada e faqueada) e compensada, acrescido, quando for o caso, do volume obtido com produtos de aproveitamento, desde que devidamente comercializados. Deverá ser determinado por espécie pela média dos CCV determinados individualmente para cada tora.
Em chapas de madeiras compensadas, o CCV é determinado pela relação entre o volume da tora processada e o volume total obtido de chapas de madeira compensada, acrescido, quando for o caso, do volume obtido com produto de aproveitamento, desde que devidamente comercializados. Deverá ser determinado por grupo de espécies que compõe a madeira compensada. O valor do CCV será determinado pela média dos CCVs determinados em, no mínimo, seis dias consecutivos de produção da empresa.
3.11. -Análise estatística.
3.11.1 – Estatística descritiva: Determinar a média, a variância, o desvio padrão e o coeficiente de variação para cada espécie estudada. Em se tratando de madeiras compensadas, determinar a média, a variância, o desvio padrão e o coeficiente de variação para os dias de produção amostrados.
3.11.2 – Determinação do tamanho ideal da amostra: Para que o CCV determinado seja representativo da espécie e respectivo produto, deverá ser determinado o tamanho ideal da amostra, admitindo-se um erro de 10% sobre o valor médio do CCV.
O número de toras estudado deve ser sempre igual ou superior ao número determinado para o tamanho ideal da amostra. No caso de madeiras compensadas, para que o CCV determinado seja representativo, deverá ser determinado o número ideal de dias de amostragem, admitindo-se um erro de 10% sobre o valor médio do CCV. O número de dias deve ser sempre igual ou superior ao número determinado para o tamanho ideal da amostra.
O número de toras estudado deve ser sempre igual ou superior ao número determinado para o tamanho ideal da amostra.
3.11.3 – Determinação do intervalo de confiança: Determinar o intervalo de confiança ao nível de 95% de probabilidade com os limites inferior e superior que o CCV pode apresentar para determinada espécie. Quando forem madeiras laminadas, o CCV pode apresentar para determinado período.
3.12. -Coordenação, supervisão e realização do trabalho: Os estudos técnicocientíficos deverão ser realizados por Engenheiros Florestais habilitados, mediante recolhimento da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART), e cadastradas na SEMA.
3.12.1 – Responsabilidade: O estudo técnico-científico deverá ser assinado pelo coordenador técnico do trabalho e ratificado pelo representante legal da empresa.

ANEXO III – TABELA DE PRODUTOS E SUBPRODUTOS UTILIZADOS PELO SISTEMA SISFLORA
Class. Produto Unid
1 Lixo m3
4 Resíduo Fonte de Energia m3
5 Resíduos de Madeira m3
6 Resíduos Florestais st
10 Toras de Madeira Nativa m3
15 Toras de Madeira Produzida m3
19 Madeira Produzida Serrada m3
20 Madeira Serrada m3
21 Madeira Serrada Aplainada 2 Faces m3
22 Madeira Serrada Aplainada 4 Faces m3
23 Decking m3
24 Madeira Serrada (prancha) m3
25 Madeira Serrada (pranchão desdobrado) m3
26 Madeira Serrada (caibro) m3
27 Madeira Serrada (tábua) m3
28 Madeira Serrada (viga) m3
29 Madeira Serrada (vigota) m3
30 Madeira Laminada Torneada m3
31 Aproveitamento Lâmina Torneada m3
35 Bloco/Quadrado m3
40 Madeira Laminada Faqueada m3
41 Aproveitamento de Lâmina Faqueada m3
50 Madeira Beneficiada m3
54 Pisos e Assoalhos m3
63 Madeira Beneficiada de Residuo m3
64 Sarrafos e Shorts m3
65 Resíduos – Miolo de C m3
75 Cavaco m3
85 Bricket m3
130 Carvão MDC
140 Lenha St
150 Toretes m3
170 Escoramentos St
180 Postes não Imunizados m3
190 Palanques Roliços St
200 Mourões ou Moirões St
210 Lascas e Achas St
220 Palmito in Natura Unid
225 Palmito Industrializado Kg
230 Xaxim St
240 Óleos Essências L
250 Látex Kg
260 Resina Kg
270 Seiva L
280 Folhas Kg
290 Raízes Kg
300 Frutos Kg
310 Flores Kg
320 Sementes Kg
330 Cipós Kg
340 Mudas Unid
350 Gemas Unid
360 Cascas kg
400 Ferro Gusa kg
1001 Compensado Laminado de 4 mm m3
1002 Compensado Laminado de 5 mm m3
1003 Compensado Laminado de 6 mm m3
1004 Compensado Laminado de 7 mm m3
1005 Compensado Laminado de 8 mm m3
1006 Compensado Laminado de 9 mm m3
1007 Compensado Laminado de 10 mm m3
1008 Compensado Laminado de 11 mm m3
1009 Compensado Laminado de 12 mm m3
1010 Compensado Laminado de 13 mm m3
1011 Compensado Laminado de 14 mm m3
1012 Compensado Laminado de 15 mm m3
1013 Compensado Laminado de 16 mm m3
1014 Compensado Laminado de 17 mm m3
1015 Compensado Laminado de 18 mm m3
1016 Compensado Laminado de 19 mm m3
1017 Compensado Laminado de 20 mm m3
1018 Compensado Laminado de 21 mm m3
1019 Compensado Laminado de 22 mm m3
1020 Compensado Laminado de 23 mm m3
1021 Compensado Laminado de 24 mm m3
1022 Compensado Laminado de 25 mm m3
1023 Compensado Laminado de 26 mm m3
1024 Compensado Laminado de 27 mm m3
1025 Compensado Laminado de 28 mm m3
1026 Compensado Laminado de 29 mm m3
1027 Compensado Laminado de 30 mm m3
1028 Compensado Laminado de 31 mm m3
1029 Compensado Laminado de 32 mm m3
1030 Compensado Laminado de 33 mm m3
1031 Compensado Laminado de 34 mm m3
1032 Compensado Laminado de 35 mm m3
1033 Compensado Laminado de 36 mm m3
1034 Compensado Laminado de 37 mm m3
1035 Compensado Laminado de 38 mm m3
1036 Compensado Laminado de 39 mm m3
1037 Compensado Laminado de 40 mm m3
1038 Compensado Laminado de 41 mm m3
1039 Compensado Laminado de 42 mm m3
1040 Compensado Laminado de 43 mm m3
1041 Compensado Laminado de 44 mm m3
1042 Compensado Laminado de 45 mm m3
1043 Compensado Laminado de 46 mm m3
1044 Compensado Laminado de 47 mm m3
1045 Compensado Laminado de 48 mm m3
1046 Compensado Laminado de 49 mm m3
1047 Compensado Laminado de 50 mm m3
1101 Compensado Sarrafeado de 4 mm m3
1102 Compensado Sarrafeado de 5 mm m3
1103 Compensado Sarrafeado de 6 mm m3
1104 Compensado Sarrafeado de 7 mm m3
1105 Compensado Sarrafeado de 8 mm m3
1106 Compensado Sarrafeado de 9 mm m3
1107 Compensado Sarrafeado de 10 mm m3
1108 Compensado Sarrafeado de 11 mm m3
1109 Compensado Sarrafeado de 12 mm m3
1110 Compensado Sarrafeado de 13 mm m3
1111 Compensado Sarrafeado de 14 mm m3
1112 Compensado Sarrafeado de 15 mm m3
1113 Compensado Sarrafeado de 16 mm m3
1114 Compensado Sarrafeado de 17 mm m3
1115 Compensado Sarrafeado de 18 mm m3
1116 Compensado Sarrafeado de 19 mm m3
1117 Compensado Sarrafeado de 20 mm m3
1118 Compensado Sarrafeado de 21 mm m3
1119 Compensado Sarrafeado de 22 mm m3
1120 Compensado Sarrafeado de 23 mm m3
1121 Compensado Sarrafeado de 24 mm m3
1122 Compensado Sarrafeado de 25 mm m3
1123 Compensado Sarrafeado de 26 mm m3
1124 Compensado Sarrafeado de 27 mm m3
1125 Compensado Sarrafeado de 28 mm m3
1126 Compensado Sarrafeado de 29 mm m3
1127 Compensado Sarrafeado de 30 mm m3
1128 Compensado Sarrafeado de 31 mm m3
1129 Compensado Sarrafeado de 32 mm m3
1130 Compensado Sarrafeado de 33 mm m3
1131 Compensado Sarrafeado de 34 mm m3
1132 Compensado Sarrafeado de 35 mm m3
1133 Compensado Sarrafeado de 36 mm m3
1134 Compensado Sarrafeado de 37 mm m3
1135 Compensado Sarrafeado de 38 mm m3
1136 Compensado Sarrafeado de 39 mm m3
1137 Compensado Sarrafeado de 40 mm m3
1138 Compensado Sarrafeado de 41 mm m3
1139 Compensado Sarrafeado de 42 mm m3
1140 Compensado Sarrafeado de 43 mm m3
1141 Compensado Sarrafeado de 44 mm m3
1142 Compensado Sarrafeado de 45 mm m3
1143 Compensado Sarrafeado de 46 mm m3
1144 Compensado Sarrafeado de 47 mm m3
1145 Compensado Sarrafeado de 48 mm m3
1146 Compensado Sarrafeado de 49 mm m3
1147 Compensado Sarrafeado de 50 mm m3
1201 Compensado Aglomerado de 4 mm m3
1202 Compensado Aglomerado de 5 mm m3
1203 Compensado Aglomerado de 6 mm m3
1204 Compensado Aglomerado de 7 mm m3
1205 Compensado Aglomerado de 8 mm m3
1206 Compensado Aglomerado de 9 mm m3
1207 Compensado Aglomerado de 10 mm m3
1208 Compensado Aglomerado de 11 mm m3
1209 Compensado Aglomerado de 12 mm m3
1210 Compensado Aglomerado de 13 mm m3
1211 Compensado Aglomerado de 14 mm m3
1212 Compensado Aglomerado de 15 mm m3
1213 Compensado Aglomerado de 16 mm m3
1214 Compensado Aglomerado de 17 mm m3
1215 Compensado Aglomerado de 18 mm m3
1216 Compensado Aglomerado de 19 mm m3
1217 Compensado Aglomerado de 20 mm m3
1218 Compensado Aglomerado de 21 mm m3
1219 Compensado Aglomerado de 22 mm m3
1220 Compensado Aglomerado de 23 mm m3
1221 Compensado Aglomerado de 24 mm m3
1222 Compensado Aglomerado de 25 mm m3
1223 Compensado Aglomerado de 26 mm m3
1224 Compensado Aglomerado de 27 mm m3
1225 Compensado Aglomerado de 28 mm m3
1226 Compensado Aglomerado de 29 mm m3
1227 Compensado Aglomerado de 30 mm m3
1228 Compensado Aglomerado de 31 mm m3
1229 Compensado Aglomerado de 32 mm m3
1230 Compensado Aglomerado de 33 mm m3
1231 Compensado Aglomerado de 34 mm m3
1232 Compensado Aglomerado de 35 mm m3
1233 Compensado Aglomerado de 36 mm m3
1234 Compensado Aglomerado de 37 mm m3
1235 Compensado Aglomerado de 38 mm m3
1236 Compensado Aglomerado de 39 mm m3
1237 Compensado Aglomerado de 40 mm m3
1238 Compensado Aglomerado de 41 mm m3
1239 Compensado Aglomerado de 42 mm m3
1240 Compensado Aglomerado de 43 mm m3
1241 Compensado Aglomerado de 44 mm m3
1242 Compensado Aglomerado de 45 mm m3
1243 Compensado Aglomerado de 46 mm m3
1244 Compensado Aglomerado de 47 mm m3
1245 Compensado Aglomerado de 48 mm m3
1246 Compensado Aglomerado de 49 mm m3
1247 Compensado Aglomerado de 50 mm m3
1301 Compensado USB de 4 mm m3
1302 Compensado USB de 5 mm m3
1303 Compensado USB de 6 mm m3
1304 Compensado USB de 7 mm m3
1305 Compensado USB de 8 mm m3
1306 Compensado USB de 9 mm m3
1307 Compensado USB de 10 mm m3
1308 Compensado USB de 11 mm m3
1309 Compensado USB de 12 mm m3
1310 Compensado USB de 13 mm m3
1311 Compensado USB de 14 mm m3
1312 Compensado USB de 15 mm m3
1313 Compensado USB de 16 mm m3
1314 Compensado USB de 17 mm m3
1315 Compensado USB de 18 mm m3
1316 Compensado USB de 19 mm m3
1317 Compensado USB de 20 mm m3
1318 Compensado USB de 21 mm m3
1319 Compensado USB de 22 mm m3
1320 Compensado USB de 23 mm m3
1321 Compensado USB de 24 mm m3
1322 Compensado USB de 25 mm m3
1323 Compensado USB de 26 mm m3
1324 Compensado USB de 27 mm m3
1325 Compensado USB de 28 mm m3
1326 Compensado USB de 29 mm m3
1327 Compensado USB de 30 mm m3
1328 Compensado USB de 31 mm m3
1329 Compensado USB de 32 mm m3
1330 Compensado USB de 33 mm m3
1331 Compensado USB de 34 mm m3
1332 Compensado USB de 35 mm m3
1333 Compensado USB de 36 mm m3
1334 Compensado USB de 37 mm m3
1335 Compensado USB de 38 mm m3
1336 Compensado USB de 39 mm m3
1337 Compensado USB de 40 mm m3
1338 Compensado USB de 41 mm m3
1339 Compensado USB de 42 mm m3
1340 Compensado USB de 43 mm m3
1341 Compensado USB de 44 mm m3
1342 Compensado USB de 45 mm m3
1343 Compensado USB de 46 mm m3
1344 Compensado USB de 47 mm m3
1345 Compensado USB de 48 mm m3
1346 Compensado USB de 49 mm m3
1347 Compensado USB de 50 mm m3
2000 Compensado Laminado de espessura indefinida m3
2100 Compensado Sarrafeado de espessura indefinida m3
2200 Compensado Aglomerado de espessura indefinida m3
2300 Compensado USB de espessura indefinida m3
2301 Compensado Laminado de 4,1 mm m3
2302 Compensado Laminado de 4,2 mm m3
2303 Compensado Laminado de 4,3 mm m3
2304 Compensado Laminado de 4,4 mm m3
2305 Compensado Laminado de 4,5 mm m3
2306 Compensado Laminado de 4,6 mm m3
2307 Compensado Laminado de 4,7 mm m3
2308 Compensado Laminado de 4,8 mm m3
2309 Compensado Laminado de 4,9 mm m3
2310 Compensado Laminado de 5,1 mm m3
2311 Compensado Laminado de 5,2 mm m3
2312 Compensado Laminado de 5,3 mm m3
2313 Compensado Laminado de 5,4 mm m3
2314 Compensado Laminado de 5,5 mm m3
2315 Compensado Laminado de 5,6 mm m3
2316 Compensado Laminado de 5,7 mm m3
2317 Compensado Laminado de 5,8 mm m3
2318 Compensado Laminado de 5,9 mm m3
2319 Compensado Laminado de 6,1 mm m3
2320 Compensado Laminado de 6,2 mm m3
2321 Compensado Laminado de 6,3 mm m3
2322 Compensado Laminado de 6,4 mm m3
2323 Compensado Laminado de 6,5 mm m3
2324 Compensado Laminado de 6,6 mm m3
2325 Compensado Laminado de 6,7 mm m3
2326 Compensado Laminado de 6,8 mm m3
2327 Compensado Laminado de 6,9 mm m3
2328 Compensado Laminado de 7,1 mm m3
2329 Compensado Laminado de 7,2 mm m3
2330 Compensado Laminado de 7,3 mm m3
2331 Compensado Laminado de 7,4 mm m3
2332 Compensado Laminado de 7,5 mm m3
2333 Compensado Laminado de 7,6 mm m3
2334 Compensado Laminado de 7,7 mm m3
2335 Compensado Laminado de 7,8 mm m3
2336 Compensado Laminado de 7,9 mm m3
2337 Compensado Laminado de 8,1 mm m3
2338 Compensado Laminado de 8,2 mm m3
2339 Compensado Laminado de 8,3 mm m3
2340 Compensado Laminado de 8,4 mm m3
2341 Compensado Laminado de 8,5 mm m3
2342 Compensado Laminado de 8,6 mm m3
2343 Compensado Laminado de 8,7 mm m3
2344 Compensado Laminado de 8,8 mm m3
2345 Compensado Laminado de 8,9 mm m3
2346 Compensado Laminado de 9,1 mm m3
2347 Compensado Laminado de 9,2 mm m3
2348 Compensado Laminado de 9,3 mm m3
2349 Compensado Laminado de 9,4 mm m3
2350 Compensado Laminado de 9,5 mm m3
2351 Compensado Laminado de 9,6 mm m3
2352 Compensado Laminado de 9,7 mm m3
2353 Compensado Laminado de 9,8 mm m3
2354 Compensado Laminado de 9,9 mm m3
2355 Compensado Laminado de 10,1 mm m3
2356 Compensado Laminado de 10,2 mm m3
2357 Compensado Laminado de 10,3 mm m3
2358 Compensado Laminado de 10,4 mm m3
2359 Compensado Laminado de 10,5 mm m3
2360 Compensado Laminado de 10,6 mm m3
2361 Compensado Laminado de 10,7 mm m3
2362 Compensado Laminado de 10,8 mm m3
2363 Compensado Laminado de 10,9 mm m3
2364 Compensado Laminado de 11,1 mm m3
2365 Compensado Laminado de 11,2 mm m3
2366 Compensado Laminado de 11,3 mm m3
2367 Compensado Laminado de 11,4 mm m3
2368 Compensado Laminado de 11,5 mm m3
2369 Compensado Laminado de 11,6 mm m3
2370 Compensado Laminado de 11,7 mm m3
2371 Compensado Laminado de 11,8 mm m3
2372 Compensado Laminado de 11,9 mm m3
2373 Compensado Laminado de 12,1 mm m3
2374 Compensado Laminado de 12,2 mm m3
2375 Compensado Laminado de 12,3 mm m3
2376 Compensado Laminado de 12,4 mm m3
2377 Compensado Laminado de 12,5 mm m3
2378 Compensado Laminado de 12,6 mm m3
2379 Compensado Laminado de 12,7 mm m3
2380 Compensado Laminado de 12,8 mm m3
2381 Compensado Laminado de 12,9 mm m3
2382 Compensado Laminado de 13,1 mm m3
2383 Compensado Laminado de 13,2 mm m3
2384 Compensado Laminado de 13,3 mm m3
2385 Compensado Laminado de 13,4 mm m3
2386 Compensado Laminado de 13,5 mm m3
2387 Compensado Laminado de 13,6 mm m3
2388 Compensado Laminado de 13,7 mm m3
2389 Compensado Laminado de 13,8 mm m3
2390 Compensado Laminado de 13,9 mm m3
2391 Compensado Laminado de 14,1 mm m3
2392 Compensado Laminado de 14,2 mm m3
2393 Compensado Laminado de 14,3 mm m3
2394 Compensado Laminado de 14,4 mm m3
2395 Compensado Laminado de 14,5 mm m3
2396 Compensado Laminado de 14,6 mm m3
2397 Compensado Laminado de 14,7 mm m3
2398 Compensado Laminado de 14,8 mm m3
2399 Compensado Laminado de 14,9 mm m3
2400 Compensado Laminado de 15,1 mm m3
2401 Compensado Laminado de 15,2 mm m3
2402 Compensado Laminado de 15,3 mm m3
2403 Compensado Laminado de 15,4 mm m3
2404 Compensado Laminado de 15,5 mm m3
2405 Compensado Laminado de 15,6 mm m3
2406 Compensado Laminado de 15,7 mm m3
2407 Compensado Laminado de 15,8 mm m3
2408 Compensado Laminado de 15,9 mm m3
2409 Compensado Laminado de 16,1 mm m3
2410 Compensado Laminado de 16,2 mm m3
2411 Compensado Laminado de 16,3 mm m3
2412 Compensado Laminado de 16,4 mm m3
2413 Compensado Laminado de 16,5 mm m3
2414 Compensado Laminado de 16,6 mm m3
2415 Compensado Laminado de 16,7 mm m3
2416 Compensado Laminado de 16,8 mm m3
2417 Compensado Laminado de 16,9 mm m3
2418 Compensado Laminado de 17,1 mm m3
2419 Compensado Laminado de 17,2 mm m3
2420 Compensado Laminado de 17,3 mm m3
2421 Compensado Laminado de 17,4 mm m3
2422 Compensado Laminado de 17,5 mm m3
2423 Compensado Laminado de 17,6 mm m3
2424 Compensado Laminado de 17,7 mm m3
2425 Compensado Laminado de 17,8 mm m3
2426 Compensado Laminado de 17,9 mm m3
2427 Compensado Laminado de 18,1 mm m3
2428 Compensado Laminado de 18,2 mm m3
2429 Compensado Laminado de 18,3 mm m3
2430 Compensado Laminado de 18,4 mm m3
2431 Compensado Laminado de 18,5 mm m3
2432 Compensado Laminado de 18,6 mm m3
2433 Compensado Laminado de 18,7 mm m3
2434 Compensado Laminado de 18,8 mm m3
2435 Compensado Laminado de 18,9 mm m3
2436 Compensado Laminado de 19,1 mm m3
2437 Compensado Laminado de 19,2 mm m3
2438 Compensado Laminado de 19,3 mm m3
2439 Compensado Laminado de 19,4 mm m3
2440 Compensado Laminado de 19,5 mm m3
2441 Compensado Laminado de 19,6 mm m3
2442 Compensado Laminado de 19,7 mm m3
2443 Compensado Laminado de 19,8 mm m3
2444 Compensado Laminado de 19,9 mm m3
2445 Compensado Sarrafeado de 4,1 mm m3
2446 Compensado Sarrafeado de 4,2 mm m3
2447 Compensado Sarrafeado de 4,3 mm m3
2448 Compensado Sarrafeado de 4,4 mm m3
2449 Compensado Sarrafeado de 4,5 mm m3
2450 Compensado Sarrafeado de 4,6 mm m3
2451 Compensado Sarrafeado de 4,7 mm m3
2452 Compensado Sarrafeado de 4,8 mm m3
2453 Compensado Sarrafeado de 4,9 mm m3
2454 Compensado Sarrafeado de 5,1 mm m3
2455 Compensado Sarrafeado de 5,2 mm m3
2456 Compensado Sarrafeado de 5,3 mm m3
2457 Compensado Sarrafeado de 5,4 mm m3
2458 Compensado Sarrafeado de 5,5 mm m3
2459 Compensado Sarrafeado de 5,6 mm m3
2460 Compensado Sarrafeado de 5,7 mm m3
2461 Compensado Sarrafeado de 5,8 mm m3
2462 Compensado Sarrafeado de 5,9 mm m3
2463 Compensado Sarrafeado de 6,1 mm m3
2464 Compensado Sarrafeado de 6,2 mm m3
2465 Compensado Sarrafeado de 6,3 mm m3
2466 Compensado Sarrafeado de 6,4 mm m3
2467 Compensado Sarrafeado de 6,5 mm m3
2468 Compensado Sarrafeado de 6,6 mm m3
2469 Compensado Sarrafeado de 6,7 mm m3
2470 Compensado Sarrafeado de 6,8 mm m3
2471 Compensado Sarrafeado de 6,9 mm m3
2472 Compensado Sarrafeado de 7,1 mm m3
2473 Compensado Sarrafeado de 7,2 mm m3
2474 Compensado Sarrafeado de 7,3 mm m3
2475 Compensado Sarrafeado de 7,4 mm m3
2476 Compensado Sarrafeado de 7,5 mm m3
2477 Compensado Sarrafeado de 7,6 mm m3
2478 Compensado Sarrafeado de 7,7 mm m3
2479 Compensado Sarrafeado de 7,8 mm m3
2480 Compensado Sarrafeado de 7,9 mm m3
2481 Compensado Sarrafeado de 8,1 mm m3
2482 Compensado Sarrafeado de 8,2 mm m3
2483 Compensado Sarrafeado de 8,3 mm m3
2484 Compensado Sarrafeado de 8,4 mm m3
2485 Compensado Sarrafeado de 8,5 mm m3
2486 Compensado Sarrafeado de 8,6 mm m3
2487 Compensado Sarrafeado de 8,7 mm m3
2488 Compensado Sarrafeado de 8,8 mm m3
2489 Compensado Sarrafeado de 8,9 mm m3
2490 Compensado Sarrafeado de 9,1 mm m3
2491 Compensado Sarrafeado de 9,2 mm m3
2492 Compensado Sarrafeado de 9,3 mm m3
2493 Compensado Sarrafeado de 9,4 mm m3
2494 Compensado Sarrafeado de 9,5 mm m3
2495 Compensado Sarrafeado de 9,6 mm m3
2496 Compensado Sarrafeado de 9,7 mm m3
2497 Compensado Sarrafeado de 9,8 mm m3
2498 Compensado Sarrafeado de 9,9 mm m3
2499 Compensado Sarrafeado de 10,1 mm m3
2500 Compensado Sarrafeado de 10,2 mm m3
2501 Compensado Sarrafeado de 10,3 mm m3
2502 Compensado Sarrafeado de 10,4 mm m3
2503 Compensado Sarrafeado de 10,5 mm m3
2504 Compensado Sarrafeado de 10,6 mm m3
2505 Compensado Sarrafeado de 10,7 mm m3
2506 Compensado Sarrafeado de 10,8 mm m3
2507 Compensado Sarrafeado de 10,9 mm m3
2508 Compensado Sarrafeado de 11,1 mm m3
2509 Compensado Sarrafeado de 11,2 mm m3
2510 Compensado Sarrafeado de 11,3 mm m3
2511 Compensado Sarrafeado de 11,4 mm m3
2512 Compensado Sarrafeado de 11,5 mm m3
2513 Compensado Sarrafeado de 11,6 mm m3
2514 Compensado Sarrafeado de 11,7 mm m3
2515 Compensado Sarrafeado de 11,8 mm m3
2516 Compensado Sarrafeado de 11,9 mm m3
2517 Compensado Sarrafeado de 12,1 mm m3
2518 Compensado Sarrafeado de 12,2 mm m3
2519 Compensado Sarrafeado de 12,3 mm m3
2520 Compensado Sarrafeado de 12,4 mm m3
2521 Compensado Sarrafeado de 12,5 mm m3
2522 Compensado Sarrafeado de 12,6 mm m3
2523 Compensado Sarrafeado de 12,7 mm m3
2524 Compensado Sarrafeado de 12,8 mm m3
2525 Compensado Sarrafeado de 12,9 mm m3
2526 Compensado Sarrafeado de 13,1 mm m3
2527 Compensado Sarrafeado de 13,2 mm m3
2528 Compensado Sarrafeado de 13,3 mm m3
2529 Compensado Sarrafeado de 13,4 mm m3
2530 Compensado Sarrafeado de 13,5 mm m3
2531 Compensado Sarrafeado de 13,6 mm m3
2532 Compensado Sarrafeado de 13,7 mm m3
2533 Compensado Sarrafeado de 13,8 mm m3
2534 Compensado Sarrafeado de 13,9 mm m3
2535 Compensado Sarrafeado de 14,1 mm m3
2536 Compensado Sarrafeado de 14,2 mm m3
2537 Compensado Sarrafeado de 14,3 mm m3
2538 Compensado Sarrafeado de 14,4 mm m3
2539 Compensado Sarrafeado de 14,5 mm m3
2540 Compensado Sarrafeado de 14,6 mm m3
2541 Compensado Sarrafeado de 14,7 mm m3
2542 Compensado Sarrafeado de 14,8 mm m3
2543 Compensado Sarrafeado de 14,9 mm m3
2544 Compensado Sarrafeado de 15,1 mm m3
2545 Compensado Sarrafeado de 15,2 mm m3
2546 Compensado Sarrafeado de 15,3 mm m3
2547 Compensado Sarrafeado de 15,4 mm m3
2548 Compensado Sarrafeado de 15,5 mm m3
2549 Compensado Sarrafeado de 15,6 mm m3
2550 Compensado Sarrafeado de 15,7 mm m3
2551 Compensado Sarrafeado de 15,8 mm m3
2552 Compensado Sarrafeado de 15,9 mm m3
2553 Compensado Sarrafeado de 16,1 mm m3
2554 Compensado Sarrafeado de 16,2 mm m3
2555 Compensado Sarrafeado de 16,3 mm m3
2556 Compensado Sarrafeado de 16,4 mm m3
2557 Compensado Sarrafeado de 16,5 mm m3
2558 Compensado Sarrafeado de 16,6 mm m3
2559 Compensado Sarrafeado de 16,7 mm m3
2560 Compensado Sarrafeado de 16,8 mm m3
2561 Compensado Sarrafeado de 16,9 mm m3
2562 Compensado Sarrafeado de 17,1 mm m3
2563 Compensado Sarrafeado de 17,2 mm m3
2564 Compensado Sarrafeado de 17,3 mm m3
2565 Compensado Sarrafeado de 17,4 mm m3
2566 Compensado Sarrafeado de 17,5 mm m3
2567 Compensado Sarrafeado de 17,6 mm m3
2568 Compensado Sarrafeado de 17,7 mm m3
2569 Compensado Sarrafeado de 17,8 mm m3
2570 Compensado Sarrafeado de 17,9 mm m3
2571 Compensado Sarrafeado de 18,1 mm m3
2572 Compensado Sarrafeado de 18,2 mm m3
2573 Compensado Sarrafeado de 18,3 mm m3
2574 Compensado Sarrafeado de 18,4 mm m3
2575 Compensado Sarrafeado de 18,5 mm m3
2576 Compensado Sarrafeado de 18,6 mm m3
2577 Compensado Sarrafeado de 18,7 mm m3
2578 Compensado Sarrafeado de 18,8 mm m3
2579 Compensado Sarrafeado de 18,9 mm m3
2580 Compensado Sarrafeado de 19,1 mm m3
2581 Compensado Sarrafeado de 19,2 mm m3
2582 Compensado Sarrafeado de 19,3 mm m3
2583 Compensado Sarrafeado de 19,4 mm m3
2584 Compensado Sarrafeado de 19,5 mm m3
2585 Compensado Sarrafeado de 19,6 mm m3
2586 Compensado Sarrafeado de 19,7 mm m3
2587 Compensado Sarrafeado de 19,8 mm m3
2588 Compensado Sarrafeado de 19,9 mm m3
2589 Compensado Aglomerado de 4,1 mm m3
2590 Compensado Aglomerado de 4,2 mm m3
2591 Compensado Aglomerado de 4,3 mm m3
2592 Compensado Aglomerado de 4,4 mm m3
2593 Compensado Aglomerado de 4,5 mm m3
2594 Compensado Aglomerado de 4,6 mm m3
2595 Compensado Aglomerado de 4,7 mm m3
2596 Compensado Aglomerado de 4,8 mm m3
2597 Compensado Aglomerado de 4,9 mm m3
2598 Compensado Aglomerado de 5,1 mm m3
2599 Compensado Aglomerado de 5,2 mm m3
2600 Compensado Aglomerado de 5,3 mm m3
2601 Compensado Aglomerado de 5,4 mm m3
2602 Compensado Aglomerado de 5,5 mm m3
2603 Compensado Aglomerado de 5,6 mm m3
2604 Compensado Aglomerado de 5,7 mm m3
2605 Compensado Aglomerado de 5,8 mm m3
2606 Compensado Aglomerado de 5,9 mm m3
2607 Compensado Aglomerado de 6,1 mm m3
2608 Compensado Aglomerado de 6,2 mm m3
2609 Compensado Aglomerado de 6,3 mm m3
2610 Compensado Aglomerado de 6,4 mm m3
2611 Compensado Aglomerado de 6,5 mm m3
2612 Compensado Aglomerado de 6,6 mm m3
2613 Compensado Aglomerado de 6,7 mm m3
2614 Compensado Aglomerado de 6,8 mm m3
2615 Compensado Aglomerado de 6,9 mm m3
2616 Compensado Aglomerado de 7,1 mm m3
2617 Compensado Aglomerado de 7,2 mm m3
2618 Compensado Aglomerado de 7,3 mm m3
2619 Compensado Aglomerado de 7,4 mm m3
2620 Compensado Aglomerado de 7,5 mm m3
2621 Compensado Aglomerado de 7,6 mm m3
2622 Compensado Aglomerado de 7,7 mm m3
2623 Compensado Aglomerado de 7,8 mm m3
2624 Compensado Aglomerado de 7,9 mm m3
2625 Compensado Aglomerado de 8,1 mm m3
2626 Compensado Aglomerado de 8,2 mm m3
2627 Compensado Aglomerado de 8,3 mm m3
2628 Compensado Aglomerado de 8,4 mm m3
2629 Compensado Aglomerado de 8,5 mm m3
2630 Compensado Aglomerado de 8,6 mm m3
2631 Compensado Aglomerado de 8,7 mm m3
2632 Compensado Aglomerado de 8,8 mm m3
2633 Compensado Aglomerado de 8,9 mm m3
2634 Compensado Aglomerado de 9,1 mm m3
2635 Compensado Aglomerado de 9,2 mm m3
2636 Compensado Aglomerado de 9,3 mm m3
2637 Compensado Aglomerado de 9,4 mm m3
2638 Compensado Aglomerado de 9,5 mm m3
2639 Compensado Aglomerado de 9,6 mm m3
2640 Compensado Aglomerado de 9,7 mm m3
2641 Compensado Aglomerado de 9,8 mm m3
2642 Compensado Aglomerado de 9,9 mm m3
2643 Compensado Aglomerado de 10,1 mm m3
2644 Compensado Aglomerado de 10,2 mm m3
2645 Compensado Aglomerado de 10,3 mm m3
2646 Compensado Aglomerado de 10,4 mm m3
2647 Compensado Aglomerado de 10,5 mm m3
2648 Compensado Aglomerado de 10,6 mm m3
2649 Compensado Aglomerado de 10,7 mm m3
2650 Compensado Aglomerado de 10,8 mm m3
2651 Compensado Aglomerado de 10,9 mm m3
2652 Compensado Aglomerado de 11,1 mm m3
2653 Compensado Aglomerado de 11,2 mm m3
2654 Compensado Aglomerado de 11,3 mm m3
2655 Compensado Aglomerado de 11,4 mm m3
2656 Compensado Aglomerado de 11,5 mm m3
2657 Compensado Aglomerado de 11,6 mm m3
2658 Compensado Aglomerado de 11,7 mm m3
2659 Compensado Aglomerado de 11,8 mm m3
2660 Compensado Aglomerado de 11,9 mm m3
2661 Compensado Aglomerado de 12,1 mm m3
2662 Compensado Aglomerado de 12,2 mm m3
2663 Compensado Aglomerado de 12,3 mm m3
2664 Compensado Aglomerado de 12,4 mm m3
2665 Compensado Aglomerado de 12,5 mm m3
2666 Compensado Aglomerado de 12,6 mm m3
2667 Compensado Aglomerado de 12,7 mm m3
2668 Compensado Aglomerado de 12,8 mm m3
2669 Compensado Aglomerado de 12,9 mm m3
2670 Compensado Aglomerado de 13,1 mm m3
2671 Compensado Aglomerado de 13,2 mm m3
2672 Compensado Aglomerado de 13,3 mm m3
2673 Compensado Aglomerado de 13,4 mm m3
2674 Compensado Aglomerado de 13,5 mm m3
2675 Compensado Aglomerado de 13,6 mm m3
2676 Compensado Aglomerado de 13,7 mm m3
2677 Compensado Aglomerado de 13,8 mm m3
2678 Compensado Aglomerado de 13,9 mm m3
2679 Compensado Aglomerado de 14,1 mm m3
2680 Compensado Aglomerado de 14,2 mm m3
2681 Compensado Aglomerado de 14,3 mm m3
2682 Compensado Aglomerado de 14,4 mm m3
2683 Compensado Aglomerado de 14,5 mm m3
2684 Compensado Aglomerado de 14,6 mm m3
2685 Compensado Aglomerado de 14,7 mm m3
2686 Compensado Aglomerado de 14,8 mm m3
2687 Compensado Aglomerado de 14,9 mm m3
2688 Compensado Aglomerado de 15,1 mm m3
2689 Compensado Aglomerado de 15,2 mm m3
2690 Compensado Aglomerado de 15,3 mm m3
2691 Compensado Aglomerado de 15,4 mm m3
2692 Compensado Aglomerado de 15,5 mm m3
2693 Compensado Aglomerado de 15,6 mm m3
2694 Compensado Aglomerado de 15,7 mm m3
2695 Compensado Aglomerado de 15,8 mm m3
2696 Compensado Aglomerado de 15,9 mm m3
2697 Compensado Aglomerado de 16,1 mm m3
2698 Compensado Aglomerado de 16,2 mm m3
2699 Compensado Aglomerado de 16,3 mm m3
2700 Compensado Aglomerado de 16,4 mm m3
2701 Compensado Aglomerado de 16,5 mm m3
2702 Compensado Aglomerado de 16,6 mm m3
2703 Compensado Aglomerado de 16,7 mm m3
2704 Compensado Aglomerado de 16,8 mm m3
2705 Compensado Aglomerado de 16,9 mm m3
2706 Compensado Aglomerado de 17,1 mm m3
2707 Compensado Aglomerado de 17,2 mm m3
2708 Compensado Aglomerado de 17,3 mm m3
2709 Compensado Aglomerado de 17,4 mm m3
2710 Compensado Aglomerado de 17,5 mm m3
2711 Compensado Aglomerado de 17,6 mm m3
2712 Compensado Aglomerado de 17,7 mm m3
2713 Compensado Aglomerado de 17,8 mm m3
2714 Compensado Aglomerado de 17,9 mm m3
2715 Compensado Aglomerado de 18,1 mm m3
2716 Compensado Aglomerado de 18,2 mm m3
2717 Compensado Aglomerado de 18,3 mm m3
2718 Compensado Aglomerado de 18,4 mm m3
2719 Compensado Aglomerado de 18,5 mm m3
2720 Compensado Aglomerado de 18,6 mm m3
2721 Compensado Aglomerado de 18,7 mm m3
2722 Compensado Aglomerado de 18,8 mm m3
2723 Compensado Aglomerado de 18,9 mm m3
2724 Compensado Aglomerado de 19,1 mm m3
2725 Compensado Aglomerado de 19,2 mm m3
2726 Compensado Aglomerado de 19,3 mm m3
2727 Compensado Aglomerado de 19,4 mm m3
2728 Compensado Aglomerado de 19,5 mm m3
2729 Compensado Aglomerado de 19,6 mm m3
2730 Compensado Aglomerado de 19,7 mm m3
2731 Compensado Aglomerado de 19,8 mm m3
2732 Compensado Aglomerado de 19,9 mm m3
2733 Compensado USB de 4,1 mm m3
2734 Compensado USB de 4,2 mm m3
2735 Compensado USB de 4,3 mm m3
2736 Compensado USB de 4,4 mm m3
2737 Compensado USB de 4,5 mm m3
2738 Compensado USB de 4,6 mm m3
2739 Compensado USB de 4,7 mm m3
2740 Compensado USB de 4,8 mm m3
2741 Compensado USB de 4,9 mm m3
2742 Compensado USB de 5,1 mm m3
2743 Compensado USB de 5,2 mm m3
2744 Compensado USB de 5,3 mm m3
2745 Compensado USB de 5,4 mm m3
2746 Compensado USB de 5,5 mm m3
2747 Compensado USB de 5,6 mm m3
2748 Compensado USB de 5,7 mm m3
2749 Compensado USB de 5,8 mm m3
2750 Compensado USB de 5,9 mm m3
2751 Compensado USB de 6,1 mm m3
2752 Compensado USB de 6,2 mm m3
2753 Compensado USB de 6,3 mm m3
2754 Compensado USB de 6,4 mm m3
2755 Compensado USB de 6,5 mm m3
2756 Compensado USB de 6,6 mm m3
2757 Compensado USB de 6,7 mm m3
2758 Compensado USB de 6,8 mm m3
2759 Compensado USB de 6,9 mm m3
2760 Compensado USB de 7,1 mm m3
2761 Compensado USB de 7,2 mm m3
2762 Compensado USB de 7,3 mm m3
2763 Compensado USB de 7,4 mm m3
2764 Compensado USB de 7,5 mm m3
2765 Compensado USB de 7,6 mm m3
2766 Compensado USB de 7,7 mm m3
2767 Compensado USB de 7,8 mm m3
2768 Compensado USB de 7,9 mm m3
2769 Compensado USB de 8,1 mm m3
2770 Compensado USB de 8,2 mm m3
2771 Compensado USB de 8,3 mm m3
2772 Compensado USB de 8,4 mm m3
2773 Compensado USB de 8,5 mm m3
2774 Compensado USB de 8,6 mm m3
2775 Compensado USB de 8,7 mm m3
2776 Compensado USB de 8,8 mm m3
2777 Compensado USB de 8,9 mm m3
2778 Compensado USB de 9,1 mm m3
2779 Compensado USB de 9,2 mm m3
2780 Compensado USB de 9,3 mm m3
2781 Compensado USB de 9,4 mm m3
2782 Compensado USB de 9,5 mm m3
2783 Compensado USB de 9,6 mm m3
2784 Compensado USB de 9,7 mm m3
2785 Compensado USB de 9,8 mm m3
2786 Compensado USB de 9,9 mm m3
2787 Compensado USB de 10,1 mm m3
2788 Compensado USB de 10,2 mm m3
2789 Compensado USB de 10,3 mm m3
2790 Compensado USB de 10,4 mm m3
2791 Compensado USB de 10,5 mm m3
2792 Compensado USB de 10,6 mm m3
2793 Compensado USB de 10,7 mm m3
2794 Compensado USB de 10,8 mm m3
2795 Compensado USB de 10,9 mm m3
2796 Compensado USB de 11,1 mm m3
2797 Compensado USB de 11,2 mm m3
2798 Compensado USB de 11,3 mm m3
2799 Compensado USB de 11,4 mm m3
2800 Compensado USB de 11,5 mm m3
2801 Compensado USB de 11,6 mm m3
2802 Compensado USB de 11,7 mm m3
2803 Compensado USB de 11,8 mm m3
2804 Compensado USB de 11,9 mm m3
2805 Compensado USB de 12,1 mm m3
2806 Compensado USB de 12,2 mm m3
2807 Compensado USB de 12,3 mm m3
2808 Compensado USB de 12,4 mm m3
2809 Compensado USB de 12,5 mm m3
2810 Compensado USB de 12,6 mm m3
2811 Compensado USB de 12,7 mm m3
2812 Compensado USB de 12,8 mm m3
2813 Compensado USB de 12,9 mm m3
2814 Compensado USB de 13,1 mm m3
2815 Compensado USB de 13,2 mm m3
2816 Compensado USB de 13,3 mm m3
2817 Compensado USB de 13,4 mm m3
2818 Compensado USB de 13,5 mm m3
2819 Compensado USB de 13,6 mm m3
2820 Compensado USB de 13,7 mm m3
2821 Compensado USB de 13,8 mm m3
2822 Compensado USB de 13,9 mm m3
2823 Compensado USB de 14,1 mm m3
2824 Compensado USB de 14,2 mm m3
2825 Compensado USB de 14,3 mm m3
2826 Compensado USB de 14,4 mm m3
2827 Compensado USB de 14,5 mm m3

2828 Compensado USB de 14,6 mm m3
2829 Compensado USB de 14,7 mm m3
2830 Compensado USB de 14,8 mm m3
2831 Compensado USB de 14,9 mm m3
2832 Compensado USB de 15,1 mm m3
2833 Compensado USB de 15,2 mm m3
2834 Compensado USB de 15,3 mm m3
2835 Compensado USB de 15,4 mm m3
2836 Compensado USB de 15,5 mm m3
2837 Compensado USB de 15,6 mm m3
2838 Compensado USB de 15,7 mm m3
2839 Compensado USB de 15,8 mm m3
2840 Compensado USB de 15,9 mm m3
2841 Compensado USB de 16,1 mm m3
2842 Compensado USB de 16,2 mm m3
2843 Compensado USB de 16,3 mm m3
2844 Compensado USB de 16,4 mm m3
2845 Compensado USB de 16,5 mm m3
2846 Compensado USB de 16,6 mm m3
2847 Compensado USB de 16,7 mm m3
2848 Compensado USB de 16,8 mm m3
2849 Compensado USB de 16,9 mm m3
2850 Compensado USB de 17,1 mm m3
2851 Compensado USB de 17,2 mm m3
2852 Compensado USB de 17,3 mm m3
2853 Compensado USB de 17,4 mm m3
2854 Compensado USB de 17,5 mm m3
2855 Compensado USB de 17,6 mm m3
2856 Compensado USB de 17,7 mm m3
2857 Compensado USB de 17,8 mm m3
2858 Compensado USB de 17,9 mm m3
2859 Compensado USB de 18,1 mm m3
2860 Compensado USB de 18,2 mm m3
2861 Compensado USB de 18,3 mm m3
2862 Compensado USB de 18,4 mm m3
2863 Compensado USB de 18,5 mm m3
2864 Compensado USB de 18,6 mm m3
2865 Compensado USB de 18,7 mm m3
2866 Compensado USB de 18,8 mm m3
2867 Compensado USB de 18,9 mm m3
2868 Compensado USB de 19,1 mm m3
2869 Compensado USB de 19,2 mm m3
2870 Compensado USB de 19,3 mm m3
2871 Compensado USB de 19,4 mm m3
2872 Compensado USB de 19,5 mm m3
2873 Compensado USB de 19,6 mm m3
2874 Compensado USB de 19,7 mm m3
2875 Compensado USB de 19,8 mm m3
2876 Compensado USB de 19,9 mm m3
2877 Madeira Serrada (ripa) m3
2878 Dormente Serrada m3

ANEXO IV – GLOSSÁRIO DE PRODUTOS E SUBPRODUTOS DE MADEIRA

Resíduo de Serraria
Conjunto de peças residuais, em diversos formatos e tamanhos, resultante do processamento industrial da madeira. (Fonte: Câmara Técnica CONAMA)

Tora
Parte de uma árvore, seções de seu tronco ou sua principal parte, em formato roliço destinada ao processamento industrial. (Fonte: Câmara Técnica CONAMA)

Madeira Serrada
É a que resulta diretamente do desdobro de toras ou toretes, constituídas de peças cortadas longitudinalmente por meio de serra, independentemente de suas dimensões, de seção retangular ou quadrada. (Fonte: Câmara Técnica CONAMA)

Lâmina Torneada
Denominação referente à lamina de madeira ou fragmento chato e delgado obtido pelo método processamento rotativo ou torneamento, resultante do giro continuo da tora sobre mecanismo de corte. (Fonte: Câmara Técnica CONAMA)

Lâmina Faqueada
Denominação referente a lamina de madeira ou fragmento chato e delgado obtido pelo método processamento da tora no sentido longitudinal ou rotacional pelo método de rotação continua e repetitiva. (Fonte: Câmara Técnica CONAMA)

Lasca
Denominação referente à peça de madeira ou parte do tronco, obtida por rompimento no sentido longitudinal, forçado apartir de rachaduras e fendas na madeira, geralmente de dimensões que possibilitam manuseio com dois lados formando um vértice e geralmente destinadas à utilização como estaca e mourão de cerca de arame. (Fonte: Câmara Técnica CONAMA)

Lenha
Porção de galhos, raízes e troncos de árvores e nós de madeira, normalmente utilizados na queima direta ou produção de carvão vegetal. (Fonte: Câmara Técnica CONAMA)

Mourão
Peça de madeira, geralmente parte de tronco, manuseável, normalmente resistente à degradação e forças mecânicas, utilizado como estaca tutorial agrícola, como esteio fincado firme para imobilização de animais de grande porte, como estrutura de sustentação de cercas de tábuas, de arames, de alambrados ou à beira dos rios onde se prendem embarcações. (Fonte: Câmara Técnica CONAMA)

Torete
Seções aproveitáveis da árvore originadas apartir da galhada, ou de seções da tora, destinadas à cadeia produtiva da madeira serrada. (Fonte: Câmara Técnica CONAMA)

Carvão Vegetal
Substância combustível sólida, negra, resultante da carbonização da madeira (troncos, galhos, nós e raízes), podendo apresentar diversas formas e densidades. (Fonte: Câmara Técnica CONAMA)

Carvão Vegetal de Resíduo
Substância combustível sólida, negra, resultante da carbonização de resíduo de industrialização de madeira, podendo apresentar diversas formas e densidades. (Fonte: Câmara Técnica CONAMA)

Madeira Beneficiada
Aquela que se encontra semi-elaborada, não estando ainda pronta para o consumo final sendo, portanto, passível de nova transformação. (Fonte: Instrução Normativa n° 10, de 16/05/2008, SEMA/PA).

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará