Ping-Pong DIAP – Sônia Kinker

 

 

PING PONG

 

DIAP

  

Nome:

Sônia Kinker

Cargo Profissional:

Diretora de Áreas Protegidas

Formação:

Engenheira química, pós-graduada em Ciência Ambiental e Turismo Ambiental;

Mestrado em Ciência Ambiental pela Universidade de São Paulo (1999);

Consultora especialista em planejamento turístico e uso público de unidades de conservação;

Como você definiria a Diretoria de Áreas Protegidas (DIAP)?

A DIAP tem a competência de trabalhar pela conservação da biodiversidade do Estado do Pará, por meio da gestão das Unidades de Conservação (UCs) e de outros projetos que consideram o restante do território do Estado.

Quais são os principais objetivos a seguir?

Consolidar as 19 UCs estaduais (gestão suficiente, fiscalização, proteção, etc.); criação de novas Unidades; proteger espécies ameaçadas de extinção, no estado; trabalhar em conjunto com outras instituições (governamentais e não-governamentais) a gestão ambiental interior do estado; manutenção sobre o efeito das mudanças climáticas quanto à biodiversidade; trabalhar a gestão ambiental e gerenciamento costeiro-marinho; conservar a biodiversidade em águas interiores (rios, bacias hidrográficas, etc.); entre muitos outros.

 

Ascom/Sema

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará