Secretário visita Escola

EM DESTAQUE

Secretário visita Escola Agrotécnica Federal de Castanhal

 

O Secretário de Estado de Meio Ambiente, geógrafo Valmir Ortega, conheceu nesta terça-feira (07), as instalações da Escola Agrotécnica Federal de Castanhal (EFAC), para avançar em temas e agenda específica do diálogo iniciado pelo Diretor de Planejamento Ambiental (DIPLAM), Robson Marques, que acompanhou Valmir Ortega na visita.

 

Um programa de cooperação técnica entre as duas instituições está nos planos dos dirigentes da SEMA e da EFAC. O titular da SEMA foi recebido pelo Diretor Geral da tradicional escola agrotécnica, o professor Ednaldo Feitosa e por professores e alunos do curso Técnico em Manejo Florestal.

 

O tema principal do encontro foi "A Formação Profissional e o Desenvolvimento Sócio-Ambiental no Pará : Realidades e Perspectivas". Ortega, que é professor licenciado da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, disse que "a aproximação da Escola com a SEMA vai trazer muitos benefícios para o desenvolvimento sustentável do Estado do Pará, em especial no nordeste paraense, visto que a formação educacional desta instituição [EFAC] está voltada ao homem do campo, atores indispensáveis no cuidado com o meio ambiente",ressaltou.

 

O secretário também acenou com a possibilidade de ações conjuntas entre os órgãos, uma delas a abertura pela SEMA de estágios de campo para os alunos da escola.

 

Já o diretor Ednaldo Feitosa destacou a satisfação de receber o Secretário nas dependências da escola e afirmou que a "escola agrotécnica, nos últimos anos, tem dirigido sua formação para a agricultura familiar, pois 80% dos alunos desta instituição vêm de filhos de agricultores e a consciência ambiental tem permeado todo o processo de formação dos alunos". E concluiu “daí a importância da parceria entre a SEMA e a Escola, além de colocar à disposição da Escola a participação no projeto 1 Bilhão de Árvores para Amazônia”, já iniciado pelo atual governo em parceria com inúmeras instituições e sindicatos em Belém e interior do Pará.

 

No final da visita, Valmir Ortega foi convidado pela equipe de professores para conhecer as dependências da escola, instalada em uma área de 272 mil hectares, à margem da BR-316.

 

Histórico – A Escola Agrotécnica Federal de Castanhal foi criada pelo decreto 15.149, em 1º de dezembro de 1921, em homenagem ao patronato “Manoel Barata”. Possui os cursos técnicos de Agroindústria e Agropecuária e os cursos pós- médio e pós-técnico de Manejo Florestal.

 

Escola Agrotécnica Federal de Castanhal – BR 316, KM 62, telefone (91)34121600

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade
Travessa Lomas Valentinas, 2717, CEP: 66093-677. Belém/Pará